Dolár Comercial : --
Soja (CBOT) : --
Milho (B3) : --
Algodão (NY) : --
Prêmio Soja Paranaguá : --
Prêmio Milho Santos : --
Petróleo : --
Milho ESALQ : --
Soja Paranaguá : --
Milho Santos : --

MERCADOS NA ÁSIA: NOVA CEPA DO COVID

Por: Eduardo Vanin
Artigo, Soja
Publicado em: 21/12/2020 09:29

Icone Icone Icone Icone

Principais movimentos dos mercados agrícolas nessa madrugada. Confira.


NOVA CEPA DO COVID TRAZ FORTE AZEDUME

Nova cepa do COVID encontrada no Reino Unido traz forte aversão a risco, impactando negativamente as commodities. Segundo as primeiras análises essa nova cepa pode ser mais virulenta, reforçando medidas de restrição à movimentação das pessoas. Vários países já bloquearam voos da região, trazendo forte pressão sobre os preços do petróleo e gasolina.

  • PETRÓLEO -3.56% @ 47.35 $/barril;
  • GASOLINA -4.03% @ 1,336 ¢/galão;

POPULAÇÃO DE MATRIZES NA CHINA

A população de matrizes de suíno na China vem se recompondo rapidamente. Segundo dados do governo, a população já está a 90% do número antes da ASF (peste suína africana). Em 2018 a população se aproximava de 38 milhões de cabeças de matrizes de suínos, caindo para perto de 24 milhões de cabeças em setembro de 2019, mínima de mais de três décadas, reduzindo em 40% a produção de carne no maior mercado produtor e consumidor do globo.

O governo chinês espera plena capacidade de produção de carne suína já durante o 1º semestre de 2021, trazendo impactos negativos para as importações de carnes e impactos positivos para a demanda por insumos de rações.

AGROCHINA: POPULAÇÃO DE MATRIZES DE SUÍNOS NA CHINA ESTÁ A 90% DO NORMAL. IMPACTOS 


FARELO NA CHINA SOBE FORTE

Futuros do farelo de soja na bolsa de Dalian, bolsa chinesa de mercadorias, encerraram com forte alta nessa 2ª-feira. A alta se dá por conta do crescimento da população de suínos e aumento do consumo de rações.

  • FARELO DE SOJA +4.03% @ 3.236 CNY/t

A COISA “TÁ FEIA” NA ARGENTINA

A Bolsa de Cereales divulgou seu levantamento semanal de condições das lavouras de soja, trazendo mais uma queda nas condições das lavouras. Com base nos números de hoje, A Bolsa de Cereales já anunciou que deverá mais uma vez reduzir suas estimativas de produção para a soja.

Saiba mais em A ALERTA 3: A COISA NA ARGENTINA “TÁ FEIA” 


COMMODITIES RECUAM FORTE

O índice das commodities recuam forte nessa 2ª-feira, queda liderada pelos futuros do complexo energético. A nova cepa do COVID já traz mais restrições à movimentação das pessoas, reforçando o sentimento de queda no consumo de combustíveis.

  • COMMODITY INDEX -0.92% @ 76.6 pontos

MINÉRIO DE FERRO RONOVA MÁXIMA HISTÓRICA NA CHINA

Minério de ferro na China foi negociado acima de 1.150 yuan por tonelada ($175 por tonelada) nessa 2ª-feira, nova máxima histórica. O minério na China renovou máximas todos os dias durante a semana passada. No ano o minério acumula alta de quase 55%. O rally dos preços do minério pode ser explicado pela forte demanda por aço na China e restrições à produção da matéria prima.

  • MINÉRIO DE FERRO +5.6% @ 1.155 CNY/t

SOJA NA CBOT DEVOLVE OS GANHOS DO NOTURNO

Os futuros da soja na CBOT renovaram máximas durante o pregão noturno, acima dos $12.25 por bushel, embalados pela demanda externa pelo grão americano e pressão sobre a safra argentina - o futuro do farelo passou a ser o líder da alta no complexo. No entanto, o azedume global traz pressão sobre a soja, devolvendo todo o ganho do noturno. O temor do mercado é de nova onda de restrições o que pode reduzir o consumo de matérias primas no geral.

  • SOJA -2 @ 12.22 ¢/bushel;

Saiba mais sobre as vendas semanais em VENDAS SEMANAIS MUITO POSITIVAS PARA O ALGODÃO, MILHO E SOJA

Saiba mais sobre o papel da Argentina no mercado global de farelo de soja em A PERDA DA PARTICIPAÇÃO DA ARGENTINA NO MERCADO INTERNACIONAL DE FARELO E SEUS IMPACTOS 


CHINA NA COMPRA DE SOJA AMERICANA

Nas últimas semanas traders da soja têm reportado mais interesse da China por soja americana, sobretudo para embarques mais longos. As indústrias chinesas estão comprando volumes de soja americana para embarques mais longos (setembro e outubro de 2021), onde a margem de esmagamento para soja importada está melhor.

Saiba mais sobre o comportamento das margens na China em AGROCHINA: CHINA CONTINUA DE OLHO NA SOJA AMERICANA 


SAIBA MAIS

Confira as previsões de clima para a América do Sul em VÍDEO DO CLIMA 18/Dez 

Quer começar sua semana bem informado? Confira o Tour da semana TOUR DA SEMANA 21/Dez 


Não há comentários para exibir